Sobre os Vaporizadores



A nicotina faz mal à saúde?
Há um erro comum em associar a nicotina com o câncer que os cigarros provocam. A nicotina é um composto extremamente viciante, porém ela não causa câncer. A premissa dos cigarros eletrônicos é exatamente saciar o vício do fumante entregando a nicotina, mas sem a presença de todas as milhares de substâncias tóxicas que a acompanham.  

Existem efeitos colaterais?
Sim, há efeitos colaterais e algumas consequências de se vaporar, pois ao substituir os cigarros pelo vapor seu organismo passa por todo um novo processo, porém a maioria é leve e muitos passam rapidamente. Os mais comuns são:


Boca seca: o propilenoglicol, ingrediente dos líquidos que consumimos, é característico por causar leve desidratação, portanto tomar água e se hidratar corretamente é sempre o ideal, vaporando ou não;
Tosse: Extremamente relativo e pode não ser um efeito colateral específico, mas sim uma consequência de vaporar, pois quando largamos os cigarros nossos pulmões começam a regenerar os alvéolos pulmonares e este processo pode causar tosse. Além disso, o ato de vaporar é diferente do de fumar e quando se começa a aprender a mecânica do vapor pode acabar se afogando ao puxar muito ar ou muito volume de vapor, sendo necessária uma breve adaptação; 
Insônia: Outro processo que é mais uma consequência do que um efeito colateral. Quando paramos de fumar, a alta dose de nicotina que estávamos acostumados passa a ser menor, pois a absorção de nicotina pelos vapers é menor e menos aguda, o que pode causar insônia, que também passa após um período de adaptação médio de 1 semana;
Tontura: Praticamente atrelada apenas ao uso da nicotina, quando se começa no vapor é comum acabar errando na dose inicial de nicotina, pois cada organismo responde de forma diferente, o que pode levar a tonturas leves. Uma análise na concentração de nicotina e potencial diminuição é indicada nestes casos. Normalmente o vaper acaba se acostumando e os sintomas não persistem;
Alergias: Um pequeno percentual das pessoas é alérgica ao Propilenoglicol, um ingrediente presente em 90% dos líquidos comerciais disponíveis. Para estes casos é indicado líquidos compostos sem Propilenoglicol ou com uma concentração muito pequena. São os casos dos juices chamados “max VG” ou “99% VG” ou ainda “100% VG”. Em menor quantidade ainda são pessoas alérgica ao níquel que alguns atomizadores utilizam na composição das resistências, neste caso deve-se evitar usar este tipo de material e escolher aço inoxidável ou kanthal;
Problemas bucais como aftas: Mais uma consequência e não um efeito colateral. Quando vaporamos estamos o tempo todo colocando a drip tip (a piteira) na boca e ao contrário dos cigarros, que são descartáveis, a piteira é frequentemente a mesma e dependendo de como o aparelho é manipulado, pode trazer sujeira e bactérias até a boca, aumentando a incidência de aftas e outros problemas bucais; o correto a se fazer neste caso é sempre manter limpa sua piteira, pode ser lavada com agua normalmente.
Em todos os casos, sempre é bom um acompanhamento profissional e persistindo os sintomas, vá ao médico!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Ola!

Clique aqui para falar com a gente pelo  WhatsApp ou nos envie um e-mail para [email protected]

Horário de Atendimento: Segunda á Sexta-feira das 08:00 as 17:00 hrs

× Dúvidas no que Comprar?